Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

DEMITIDO POR POSTAR VERSÍCULOS, JOGADOR PEDE QUE CRISTÃOS PREGUEM O ARREPENDIMENTO

Compartilhe:
israel-folau

Em abril deste ano o jogador de rugby australiano Israel Folau foi demitido por postar uma mensagem nas redes sociais dizendo que os homossexuais estavam condenados ao inferno.

O trecho de I Coríntios 6:10 foi usado pelo jogador e ele foi duramente criticado por isso. Apesar de perder o emprego no time Wallabies, a seleção australiana de rugby, o atleta cristão tem mantido suas crenças e usado sua influencia para falar sobre a fé.

Recentemente ele esteve em uma igreja no subúrbio de Sidney e pediu aos cristãos que preguem o arrependimento às pessoas. “Isso não é um jogo… a vida aqui como um cristão não é um playground… somos chamados como soldados de Cristo para ir lá e lutar o bom combate e, ao mesmo tempo, mostrarmos amor e graça para as pessoas”.

Folau foi demitido e, em maio deste ano, seu contrato foi rasgado “por violação de alto nível do Código de Conduta dos Jogadores Profissionais”. O valor do contrato era de US$ 4 milhões.

O atleta disse que estava cumprindo seu dever como cristão. “Como australianos, nascemos com certos direitos, incluindo o direito à liberdade religiosa e o direito à liberdade de expressão. A fé cristã sempre fez parte da minha vida e acredito que é meu dever como cristão compartilhar a palavra de Deus”, disse ele na época, como publicou a ABC News australiana.

“Manter minhas crenças religiosas não deve impedir minha capacidade de trabalhar ou jogar pelo meu clube e país”, completou o atleta de 30 anos.

Fonte:

https://www.gospelprime.com.br/demitido-por-postar-versiculos-jogador-pede-que-cristaos-preguem-o-arrependimento/

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook

SOU LUZ

Disse mais: Pouco é que sejas o meu servo, para restaurares as tribos de Jacó, e tornares a trazer os preservados de Israel; também te dei para luz para os povos, para seres a minha salvação até à extremidade da terra. Isaías 49:6

RSS Guia-me

  • Autoridade Palestina reconhece oficialmente grupo evangélico que atua na Terra Santa
    A Autoridade Palestina concedeu oficialmente o reconhecimento legal a um grupo evangélico regional, de acordo com um anúncio feito na Assembleia Geral da Aliança Evangélica Mundial. Durante anos, o Conselho de Igrejas Evangélicas Locais na Terra Santa operou na Cisjordânia, mas sem o reconhecimento oficial do governo. O presidente do Conselho, Munir Kakish, anunciou na […]
  • Grupo de ativistas dos EUA exige "cota" para personagens LGBT na TV
    Uma grande organização de apoio à causa LGBT está pressionando para que 20% de todos os personagens da televisão sejam LGBT até 2025. De acordo com um relatório chamado "Onde estamos na TV", divulgado na última quinta-feira (7) pela 'Aliança Contra a Difamação' (GLAAD), "a presença de personagens que se identificam como LGBT nos programas […]
  • Grupo ateu exige que técnico de futebol pare de orar com os jogadores, nos EUA
    Um grupo ateu americano está exigindo que um distrito escolar do Missouri investigue dois treinadores do ensino médio que supostamente oraram com jogadores - uma ação que o grupo chama de ilegal e inconstitucional. O técnico de futebol Jeff Wallace e o assistente de treinador de futebol David Stucky, da Cameron High School em Cameron, […]
  • Cadeirante sobrevive a raio enquanto lê a Bíblia: “Sempre tive fé no Senhor”
    Nick Williams estava sentado debaixo de uma árvore na cadeira de rodas, lendo sua Bíblia, quando foi atingido por um raio. O jovem de 28 anos foi reanimado por paramédicos e entrou em coma, mas credita sua sobrevivência a Deus. Na última quinta-feira (7), cerca de três meses após sua experiência desafiadora, Williams deixou o […]
  • Igreja é vandalizada e saqueada por manifestantes no Chile
    Milhares de pessoas se reuniram perto da Praça Italia de Santiago, que tem sido usada por três semanas como o principal local dos protestos em massa, no Chile. A multidão cantava, carregava faixas e agitava bandeiras nacionais chilenas enquanto outros acendiam as luzes em seus telefones celulares. Mas pouco tempo depois os protestos aumentaram quando […]